CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Site Oficial
da Confederação
Brasileira de
Handebol

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Buscar

CBHb no Facebook CBHb no Twitter CBHb no YouTube CBHb no Instagram

Brasil enfrenta Montenegro em busca da classificação no Mundial Feminino

Vitória garante a equipe nas oitavas de final do campeonato na Alemanha

Ana Paula, central

Oldenburg (GER) - O Brasil faz, nesta sexta-feira (8), o último jogo da fase classificatória do Mundial Feminino de Handebol, um confronto decisivo para a qualificação da equipe para as oitavas de final. Com três pontos somados em uma vitória (Tunísia) e um empate (Japão), a equipe precisa vencer Montenegro, que conta com quatro pontos até agora. O confronto está marcado para as 14h45 (horário de Brasília), com transmissão dos canais SporTV e ESPN.

A Seleção fez na tarde de hoje o último treino antes do próximo embate, com ações claramente focadas para barrar as adversárias. "Trabalhamos em melhorar a defesa encima dos procedimentos táticos de Montenegro para saber como podemos ajustá-los e saber onde podem nos causar perigo. Eles realizam movimentos táticos muito bem, por isso, temos que saber defender bem", relatou o técnico do Brasil, Jorge Dueñas. "Na segunda parte trabalhamos o ataque para que ele esteja melhor preparado e que todas as jogadoras possam ter intenção de atacar. Por último treinamos o sete contra seis como um recurso caso no momento do ataque tenhamos mais dificuldade e possamos ter outra solução", acrescentou.

O treinador ressalta que é preciso jogar com tranquilidade. "Tivemos pressão desde o início do Mundial. Desde o primeiro jogo contra o Japão, quando não tivemos um bom começo de jogo, fez com que nosso rendimento fosse prejudicado. Amanhã logicamente será um jogo de nervos e precisamos ter um controle. Sei que o Brasil vai entrar com força total, mas temos que ter um controle mental, de ansiedade, mas no geral a equipe está cumprindo a imagem de um time lutador, guerreiro. Porém, precisamos ter também um pouco de controle, o que nos tem faltado em alguns momentos. Precisamos ter tranquilidade, sabendo que será uma partida de mata-mata e temos que jogar como se fossem as oitavas de final."

A goleira e capitã Bárbara Arenhart disse que o time fez uma boa preparação focado no estilo de jogo das adversárias. "Treinamos muito a questão disciplinar, de jogar encima do que é tático. As principais jogadoras delas são a Bulatovic, a ponta direita e a conexão delas com a pivô. Temos que jogar conscientes de que elas não vão parar de atacar em nenhum momento. Temos que aumentar nossa quantidade de ataques, que é o que falta para que possamos fazer mais gols e abrir uma vantagem encima delas. É um time pesado e estamos tentando focar na continuidade para para tentar ganhar a vantagem encima da lentidão delas com a nossa agilidade", explicou.

Ela aponta o crescimento do Brasil ao longo da competição e acredita que amanhã a equipe pode sair com um bom resultado. "Já melhoramos muito a questão da concentração contra a Rússia. Ontem foi um jogo que perdemos nos detalhes. Erramos arremessos no final que não podíamos ter errado, mas já somos outra equipe. Acredito que se jogarmos com o mesmo empenho e concentração que jogamos ontem, ganhamos o jogo, e vamos dar tudo para que isso aconteça", encerrou.

Nas estatísticas individuais o Brasil tem destaque na artilharia. Ana Paula Rodrigues é a segunda atleta do campeonato com o maior número de gols, 26 no total. Eduarda Amorim é a oitava, com 21.

Além da partida entre Brasil e Montenegro, o grupo C também conta com os confrontos entre Japão e Tunísia, às 9h, e Rússia e Dinamarca, às 17h30.

Programação e resultados da primeira fase - Grupo C

Sábado (02/12)
Rússia 36 x 16 Tunísia 
Brasil 28 x 28 Japão 
Dinamarca 24 x 31 Montenegro

Domingo (03/12)
Tunísia 22 x 23 Brasil 
Montenegro 23 x 24 Rússia 
Japão 18 x 32 Dinamarca

Terça-feira (05/12)
Montenegro 28 x 29 Japão 
Rússia 24 x 16 Brasil 
Dinamarca 37 x 19 Tunísia

Quarta-feira (06/12)
Rússia 29 x 28 Japão 
Tunísia 23 x 29 Montenegro 
Brasil 20 x 22 Dinamarca

Sexta-feira (08/12)
9h - Japão x Tunísia 
14h45 - Brasil x Montenegro
17h30 - Dinamarca x Rússia


Seleção Feminina
Goleiras - Bárbara Arenhart (Vaci NKSE-Hungria) e Mayssa Pessoa (Rostov Don-Rússia).


Armadoras - Deonise Fachinello (CS Magura Cisnadie-Romênia), Eduarda Amorim (Gyori Audi ETO-Hungria), Karoline Souza (Vaci NKSE-Hungria) e Patrícia Batista da Silva (Thuringer-Alemanha).


Centrais - Ana Paula Rodrigues Belo (Rostov Don-Rússia), Danielle Jóia (Pinheiros-SP) e Patrícia Matieli Machado (Vistal Gdynia-Polônia).


Pontas - Dayane Pires da Rocha (São Bernardo/Unip-SP), Jéssica Quintino (HC Odense-Polônia), Mariana Costa (CS Magura Cisnadie-Romênia) e Samira Rocha (Kisvarda Master Good-Hungria).


Pivôs - Lígia Costa (Pogon Szczecin-Polônia), Tamires Anselmo Costa (Pinheiros-SP) e Tamires Morena-(Larvik Handball Klubb-Noruega).


Comissão técnica
Técnico: Jorge Dueñas 
Supervisor: Álvaro Herdeiro 
Assistente técnico: Cristiano Rocha 
Auxiliar técnico: Sérgio Graciano 
Médica: Pauline Buckley
Fisioterapeuta: Marina Calister 
Nutricionista: Júlia do Valle Bargieri

Patrocinador Oficial

Apoiador Oficial

Cola Oficial

Bola Oficial

Apoio

Links

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

GA Negócios do Esporte

Criação de sites PWI