CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Site Oficial
da Confederação
Brasileira de
Handebol

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Buscar

CBHb no Facebook CBHb no Twitter CBHb no YouTube CBHb no Instagram

Brasil abre espaço para meninas de 12 a 16 anos representarem o país no exterior

Seleções infantil e cadete irão disputar campeonatos internacionais, e monitoramento da base será ampliado

Gustavo Barbosa - Fisioterapeuta ( Acampamento Nacional Cadete Feminino

Da redação, Santo André (SP) - O caminho das jogadoras de handebol para a seleção adulta começará a ser pavimentado mais cedo. A Confederação Brasileira da modalidade (CBHb) definiu, a partir deste ano, montar equipes nacionais das categorias infantil e cadete para a disputa de torneios internacionais. Assim, as atletas já terão experiência com a camisa verde-amarela e vivência de competições fora do país quando chegarem ao time juvenil.

Antes, o Brasil era representado pelos clubes mais bem colocados em suas categorias nos eventos internacionais infantil (12 a 14 anos) e cadete (14 a 16 anos). Neste ano, as jogadoras terão etapas de treinamento em outubro e novembro. As equipes juvenil (16 a 18 anos) e júnior (18 a 20 anos) encerraram nesta quarta-feira a primeira etapa de treinos visando o Pan-Americano e o Mundial, ambos neste ano. Elas se reuniram em São Bernardo do Campo (SP).

"Estamos muito otimistas com esse processo. As atletas mais jovens irão representar o país com 13, 14 anos, adquirir uma vivência internacional, sentir a pressão do corte e a força de estar numa seleção", diz Cristiano Silva, técnico da equipe júnior. "Vamos poder passar a elas os conceitos desde cedo do que é ser uma atleta, da importância da dedicação, dos cuidados e muito mais."

Além da experiência, as jogadoras também começarão a ser monitoradas mais cedo, e não apenas aquelas que forem escolhidas para as competições.

"Não será um grupo fechado, mas o monitoramento de um grupo seleto. E ainda estaremos de olho nas atletas nos acampamentos regionais e nacionais. Acredito que isso dará uma alavancada ainda maior no handebol", diz o treinador.

 Barbara Bella de Carmo Monteiro, de 16 anos, vê a mudança como positiva.

"Essa experiência de estarem as melhores juntas, de conviver, aprender, viver a pressão, é muito importante. E isso contribui para que todas cheguem em melhores condições nas categorias superiores", diz.

O time juvenil irá disputar o Pan de 7 a 15 de abril, em Buenos Aires, na Argentina. O torneio é classificatório para o Mundial, na Polônia, de 7 a 19 de agosto. Já a seleção júnior disputará o torneio continental diante da torcida brasileira. O campeonato acontece de 21 a 25 de março, em Goiânia (GO), antes do compromisso, a equipe participa de uma fase de treinamentos de 14 a 20 de março, em Trindade (GO). O Mundial da categoria será na Hungria, de 1 a 14 de julho.

Apoiador Oficial

Cola Oficial

Apoio

Links

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol