CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Site Oficial
da Confederação
Brasileira de
Handebol

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Buscar

CBHb no Facebook CBHb no Twitter CBHb no YouTube CBHb no Instagram

Presidente em exercício mantém agenda da CBHb e busca por parceiros

Ricardo Souza já reuniu com as Comissões de Árbitros, de Clubes e de Atletas e busca reunião com o Banco do Brasil para falar sobre o patrocínio

Da Redação, Santo André (SP) - Com a agenda repleta de campeonatos e projetos, a Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) tem trabalhado para buscar novos patrocinadores e aprimorar as relações institucionais com seus parceiros para assegurar os melhores resultados para a modalidade em 2018.

O presidente em exercício Ricardo Souza, que assumiu por conta da licença médica do presidente Manoel Luiz Oliveira, tem dado especial atenção a questões relativas ao patrocínio da modalidade. Com seu apoio e anuência, foi definido em reunião extraordinária do Conselho de Administração da entidade o envio de um ofício ao Banco do Brasil solicitando uma reunião para a discussão da retomada do apoio ao Handebol. Parceiro da confederação desde 2013, o banco foi essencial para o desenvolvimento e para as conquistas da modalidade e seu auxílio é peça-chave para o sucesso das seleções nos principais campeonatos deste ano.

O dirigente também apresentou as agendas de treinos e campeonatos e os planos da entidade para as Comissões de Clubes, de Árbitros e de Atletas. As reuniões aconteceram nos dias 27 e 30. O presidente em exercício recebeu sugestões dos membros das comissões para o edital que será publicado com os critérios para registros de candidaturas de chapas para a eleição da entidade e para o processo de ampliação das categorias no colégio eleitoral —essa medida havia sido aprovada na assembleia geral extraordinária da entidade.

Souza esteve, ainda, na Assembleia Geral do Comitê Olímpico do Brasil, que elegeu Marco La Porta como novo vice-presidente da entidade.

"A confederação não está parada. Estamos mantendo todas as relações institucionais e buscando novos parceiros que possam ajudar ainda mais o handebol. Também estamos mantendo todas as boas práticas de gestão e transparência", afirmou o presidente em exercício, que já tem agenda com o novo ministro do Esporte, Leandro Cruz.

"Hoje o principal desafio nesse cenário econômico é conseguir novos apoios, mas estamos em busca disso para manter ações que já vinham sendo feitas e fazer mais com menos", afirmou.

A CBHb também está trabalhando para cumprir com êxito os calendários das seleções e dos clubes nesta temporada.

Na base, o Brasileiro infantil feminino já está sendo realizado a partir do Zonal, e o primeiro acampamento para observação de novos talentos acontecerá neste fim de semana, no Espírito Santo.

As seleções femininas juvenil e júnior que conquistaram os títulos do Pan-Americano agora se preparam para os Mundiais. O campeonato júnior acontece de 1 a 15 de julho, em Debrecen, na Hungria. Já o juvenil será de 7 a 19 de agosto, em Kielce, na Polônia.

As seleções adultas, por sua vez, realizaram fases de treinamento no exterior e se preparam para os Jogos Sul-Americanos de Cochabamba, na Bolívia, em junho. A equipe masculina, na sequência, vai para o Pan de Handebol em Nuuk, na Groenlândia. Depois do campeonato terá, ainda, uma fase de treinamentos e amistosos em Tóquio, no Japão, onde irá conhecer as instalações dos Jogos Olímpicos de 2020.

Na areia, o desafio das duas seleções adultas é o Mundial, em Kazan, na Rússia, em julho.

"A agenda é intensa nesse semestre e vamos trabalhar para conseguir os melhores resultados possíveis", afirmou Souza.

O presidente em exercício da CBHb tem uma longa história com o Handebol. Ele começou a praticar a modalidade aos 11 anos. Jogou Brasileiros nas categorias de base e campeonatos universitários, foi árbitro/oficial de mesa da federação alagoana e treinador do Colégio Sagrada Família e do clube Ipiranga, em Alagoas.

Souza entrou na Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) em 2004 como diretor de handebol —mais tarde se tornaria diretor técnico— coordenou a organização de todos os JUBs até 2017 e participou da realização de cinco Campeonatos Mundiais realizados no Brasil. Em 2008, tornou-se vice-presidente da Federação Alagoana de Handebol. Ele presidiu a entidade pela primeira vez em 2012 e foi reeleito em 2016, um ano antes de se eleger vice da CBHb. Formado em Educação Física e Direito, está concluindo uma pós-graduação em Direito Esportivo.

 

Patrocinador Oficial

Apoiador Oficial

Cola Oficial

Apoio

Links

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

GA Negócios do Esporte

Criação de sites PWI